sexta-feira, 27 de junho de 2008

CHINA: A NOVA SUPERPOTÊNCIA

TibeteA China surpreende o mundo com seu desenvolvimento econômico.
Quando tudo isso começou?
Quais são os grandes desafios dos chineses?
Busque as respostas clicando na bandeira abaixo.

POPULAÇÃO




ECONOMIA


FONTE:BBCBRASIL.com

Para saber mais clique aqui.

Porém, a China passou a enfrentar uma série de protestos no Tibet . Estes protestos são contra a dominação chinesa, que já se estende por mais de 50 anos. A pressão da opinião pública internacional exigindo liberdade ao Tibet colocam o governo chinês de prontidão, pois há o temor de que durante as olimpíadas ocorram protestos a favor do estabelecimento da democracia.

Saiba mais sobre esse assunto clicando na imagem abaixo:



segunda-feira, 23 de junho de 2008

O Cinema Novo

"Uma câmera na mão e uma idéia na cabeça"

"Jovens frustrados com a falência das grandes companhias cinemagráficas paulistas resolveram lutar por um cinema com mais realidade, mais contéudo e menor custo. Vai nascendo o Cinema Novo."

Para saber mais clique aqui.

video

terça-feira, 17 de junho de 2008

Origens da Filosofia

Os dois vídeos abaixo abordam temas como a origem da filosofia e a diferença entre mito e filosofia.
Assista e registre em seu caderno as principais questões apresentadas no vídeo.Este material lhe será útil em uma atividade presencial (em sala de aula).

video
Fonte: You Tube


video
Fonte: You Tube

sexta-feira, 13 de junho de 2008

O fim da Segunda Guerra e a Nova Ordem Mundial

A Guerra Fria foi um período em que a guerra era improvável, e a paz, impossível.
Raymond Aron

Para muitos a Guerra Fria começou com o ataque nuclear à Hiroshima e Nagasaki em agosto de 1945, para outros ela teve início em 1947, quando o presidente Harry Truman lançou no congresso norte-americano a Doutrina Truman, um projeto para impedir a expansão do comunismo no mundo. Outros apontam a divisão da Alemanha em dois estados em outubro de 1949 como o marco inicial da Guerra Fria. O certo é que com o fim da Segunda Guerra Mundial, o mundo assistiu o estabelecimento de uma nova ordem mundial regida pela bipolarização ideológica comandada pelas duas potências que emergiram do pós-guerra. De um lado os Estados Unidos assumiam a posição de liderança do bloco capitalista, por outro lado, a U.R.S.S. liderava as nações socialistas a partir do leste europeu.

Antecedentes da Guerra Fria
Em dezembro de 1943, os três líderes ( Churchill, Roosevelt e Stalin) se reuniram em Teerã (Irã) para definirem a estratégia para destruírem um inimigo comum: as forças do Eixo, aliança militar formada por Alemanha, Japão e Itália.

Esta reunião de cúpula ficou conhecida com "O Encontro dos Três Grandes" e apesar do tom conciliador, guardavam diferenças ideológicas:Roosevelt e Churchill defendiam o capitalismo e Stalin o socialismo.


Em fevereiro de 1945 a derrota alemã era dada como certa e os três grandes marcariam um novo encontro, desta vez em Ialta, na Criméia soviética na paulta de discussões constava alguns pontos, como:
  • a ofensiva final contra a Alemnha,
  • uma possível ação conjunta entre norte-americanos e soviéticos contra os japoneses;
  • a organização da ordem mundial no pós-guerra;
  • proposta de criação da ONU;
  • a divisão da Alemanha em quatro áreas de ocupação;
  • o estbelecimento de um governo pró-soviético na Iuguslávia sob a liderança de Tito.
Ao final da conferência de Ialta ficou definido um novo encontro para após a derrota alemã. Ficava claro que o fim da Segunda Guerra estava próximo e o jogo político envolvendo os interesses dos vitoriosos começa a mudar, em Ialta os antagonismos já haviam se manifestado.

A Conferência de Potsdam - julho 1945

Em abril de 1945, Roosevelt faleceria e a presidência dos Estados Unidos é ocupada pelo vice, Harry S. Truman. Nesta época, o projeto secreto norte-americano para a construção de uma Bomba Atômica (Projeto Manhattan) esta em curso e Truman precisaria de um trunfo para defender seus interesses dinte de Stalin. A notícia do êxito do primeiro teste com a bomba atômica deixera Truman otimista.
Em Potsdam ficou definido:

  • planos para a desnazificação e desmilitarização de áreas ocupadas pela Alemanha,
  • criação de um tribunal para julgar os criminosos nazistas (Tribunal de Nuremberg);
  • a concrtização da divisão da Alemanha em quatro áreas de ocupação;
  • criação de um Conselho de Ministros para definir as condições de paz para os outros países aliados ao Eixo.

As divergências entre as potências vitoriosas na Segunda Guerra Mundial delineariam o estabelecimento de uma nova ordem mundial, iniciava-se a Guerra Fria.

Clique na imagem abaixo e assista uma reportagem sobre a Guerra Fria .





segunda-feira, 9 de junho de 2008

8ª Série - O Ataque à Hiroshima

O final da Segunda Guerra Mundial foi marcado por momentos trágicos, como os ataques com bombas atômicas sobre o território japonês, levando aquela nação asiática a assinar o armistício.

Nesta postagem contaremos com a colaboração de Patrícia Mizutani. Ela e o marido vivem no Japão e recentemente visitaram a cidade de Hiroshima, que juntamente com Nagasaki, foram alvos das bombas norte-americanas. O relato de Patrícia sobre esta viagem foi postado originalmente em um fórum do curso promovido pela EADVirtual, onde participamos do curso de formação de Tutores em Educação a Distância. Aqui o reproduzo na ínteggra.

Siga as orientações e registre em seu caderno suas observações sobre este tema. Realizaremos um debate em sala de aula, quando também encaminharei à turma uma proposta de projeto.
Gostaria que vocês deixassem um comentário sobre a atividade, ok?
Então, vamos lá!

Desde já, quero agradecer a Patrícia pela gentileza em colaborar conosco.


" Oi pessoal,
Quero compartilhar com vocês , neste espaço de descontração e convívio on line, uma viagem que fiz a 15 dias atrás para a cidade de Hiroshima - muito conhecida ,mundialmente ,por ter sido atingida pela primeira bomba-atômica em execução no planeta.

Fiquei muito emocionada com os monumentos e homenagens aos falecidos com o acontecimento.
A cidade está envolvida por uma "atmosfera" voltada para o sofrimento e indgnação causados pelo final da Segunda Guerra Mundial.


Em 06-08-1945 , às 08:15h , a cidade parou com o grande estrondo devastador que destruiu tudo aos redores em questão de segundos.

Clique sobre o relógio e veja mais imagens da cidade após o ataque.

Ao ouvir depoimentos transmitidos no Museu da bomba atômica de Hiroshima ; assistir vídeos sobre o ato ; ver objetos ,vestimentas e pertences da população que foram encontrados e guardados para demonstrar o tamanho do desastre ; refletir sobre as fotos dos sobreviventes "pedindo"socorro e cuidados médicos ; e a vasta lista do cadastro dos mortos com esta ação ; destaco este texto para ilustrar o que senti nesta viagem :

Simulação do ataque à Hiroshima produzido pela TV inglesa.
video

Como alegação do porque do uso das bombas, o governo americano afirmou serem a única forma de acabar com a guerra rapidamente. A opinião pública aceitou a desculpa. Mas com alguns anos passados, muito veio à tona.

Muitas fontes militares afirmam que poucos dias antes do ataque nuclear, o governo japonês tentava negociar um cessar fogo. Todas as tentativas de restabelecer a paz foram ignoradas pelos americanos. As ordens do Governo Americano aos seus comandantes no Pacífico eram de ignorar qualquer tentativa de diálogo por parte do Japão. O motivo de tudo isso era dar tempo para que a bomba nuclear fosse usada (já cai por terra o argumento americano sobre a necessidade do uso da bomba). Neste ponto o que estava faltando era apenas a decisão sobre onde jogar a bomba. Os planos iniciais eram de detonar a bomba em uma localidade desabitada ou ainda sobre o mar. Entretanto estes planos foram vetados sob o seguinte argumento: "A bomba é uma arma. Só será comprovadamente eficiente quando matar japoneses". A escolha da cidade tomou como critérios uma população mínima que a cidade deveria possuir, e esta não ter sido ainda bombardeada. O objetivo de escolher uma cidade intacta era para melhor avaliar os efeitos destrutivos da bomba sobre uma população que não esperava um ataque.

Esta experiência americana teve como saldo centenas de milhares de mortes. Entretanto o uso da bomba era comprovadamente desnecessário. O único motivo que fez com que os americanos usassem a bomba foi se mostrarem ao mundo. Mostrarem para Stalin, que os EUA eram a maior potência no mundo e que tinham o poder supremo. Como resultado, um temido conflito pelo território japonês entre americanos e soviéticos não ocorreu. No final, mais que marcar o fim da 2ª Guerra Mundial, a detonação das armas nucleares foi o início da guerra fria. Uma guerra entre dois oponentes realmente covardes, que mantiveram o mundo sob ameaça de um extermínio nuclear durante décadas.



Este monumento é conhecido como "Domo". O que sobrou da prefeitura da cidade após a explosão.Os japoneses preservaram do jeito que estava após a bomba e fica bem no centro de Hiroshima.É um dos lugares mais visitados pelos turistas do mundo todo.

Visite o Museu Virtual de Hiroshima clicando na imagem abaixo.

A cidade mostra de forma "desafiadora" o antes e depois da bomba atômica.Um passado de muita tristeza e sofrimento , mas que uniu os sobreviventes e todo o povo japonês para socorrer e ajudar os sobreviventes na reconstrução da cidade e de suas vidas ...Um presente de prosperidade e resgate das tradições regionais , já que a cidade foi reconstruída em menos de 60 anos e que cidade!!!Linda ...Um cenário que envolve modernidade , progresso e paisagens naturais belíssimas.Um futuro promissor , no qual a "LUTA" pela PAZ é intensa e contínua :




Eu e meu marido fomos à Hiroshima de "Shinkansen" , o "Trem-bala mais rápido do JP.Só falta VOAR !

Clique no trem bala e embarque em uma viagem por Hiroshima.