quinta-feira, 22 de maio de 2008

Revolução Russa - 1917

Olá,

Iremos iniciar um novo capítulo cujo tema é a Revolução Russa. Antes de entrarmos nos conteúdos do material didático, gostaria de apresentar-lhes algumas características da Rússia antes da eclosão do movimento revolucionário de 1917.

Abaixo você encontrará textos sobre o tema, além de vídeo e links que os levarão a outros sites com informações sobre o assunto. Algumas atividades também são apresentadas, siga todas as orientações.

Click em comentários, ao final da postagem, e registre suas dúvidas, ele será nosso canal de comunicação. é através dele que tentarei esclarecê-las.


O CONTEXTO EUROPEU DO SÉCULO XIX E AS IDÉIAS SOCIALISTAS

O século XIX foi marcado por várias transformações econômicas, políticas e sociais, que tiveram profundo impacto no destino das nações européias. O avanço no processo de produção ocasionado pela Segunda Revolução Industrial trouxe consigo novas necessidades, como a abertura de novos mercados consumidores.

Como conseqüência do avanço industrial ocorreram também mudanças na estrutura social. A burguesia e nobreza formavam as classes dominantes, seguida pela média e pequena burguesia. Na base da pirâmide social encontravam-se o proletariado e o campesinato. As péssimas condições em que viviam os trabalhadores refletia a má distribuição da riqueza, provocando o distanciamento entre as classes sociais.

Neste contexto, a classe operária começou a se organizar sob forte influência das correntes socialistas que ganhavam forma naquele século. Idéias dos Socialistas Utópicos, anarquistas e comunistas ganhavam espaço na luta do proletariado. Mas foi com o Socialismo Científico de Karl Marx e Friederich Engels, com suas críticas ao modelo capitalista de produção e ao regime político liberal defendido pela burguesia que a luta do movimento operário ganharia novos contornos.

Marx e Engels, buscando entender as origens das desigualdades sociais existentes na sociedade daquela época, identificaram a existência da luta de classe e a necessidade de uma revolução social para mudar o quadro de exploração reinante. Em várias partes da Europa estas idéias foram bem recebidas pelos operários, que passaram a tê-la como principal orientação em sua luta por uma sociedade mais justa. Na Rússia, devido ao grave quadro social, estas idéias tiveram forte penetração.



A Rússia Pré-Revolucionária


O Império Russo tinha características particulares em sua estrutura política, econômica e social

Acesse o link abaixo para ter mais informações sobre este períoso da história da Rússia.
Identifique as principais características deste período e as registre em seu caderno.

Link


O texto abaixo apresenta mais detalhes do quadro sócio, politico e econômico da Rússia antes da revolução de 1917.

A CRISE DO CZARISMO

Os fatores históricos e sociais que fizeram possível a Revolução de Fevereiro de 1917, prólogo da revolução de Outubro dirigida pelo Partido Bolchevique oito meses mais tarde, têm suas raízes fincadas nas profundas contradições da Rússia czarista, um típico país camponês que se incorporou à cadeia da economia capitalista mundial somente no final do século XIX, quando os países capitalistas mais desenvolvidos da Europa e da América do Norte já haviam ingressado na fase imperialista.

O desenvolvimento capitalista da Rússia foi favorecido por investimentos de capitais originários da França, Inglaterra e Alemanha, que afluíram massivamente ao império dos czares entre 1880 e 1900, possibilitando uma rápida transformação na economia e na sociedade russa. Entretanto, o vigoroso desenvolvimento industrial que concentrou grandes fábricas nos principais centros urbanos, se fez de tal forma que as mais avançadas estruturas e técnicas do capitalismo coexistiam e completavam-se com o atraso econômico no campo, onde ainda imperavam relações semifeudais (a servidão feudal só foi abolida em 1861) e a concentração de terras nas mãos de um punhado de latifundiários. Dessa forma, manifestavam-se na Rússia todas as contradições características dos países capitalistas de desenvolvimento desigual e combinado.

No início do século XX a Rússia possuía a maior população da Europa, 174 milhões de habitantes. Destes, cerca de 80% ainda viviam no campo. A maior parte das terras estava em mãos de uma minoria de 30.000 latifundiários, enquanto milhões de camponeses pobres viviam miseravelmente em pequenas propriedades e outros tantos não possuíam nenhuma terra, vendo-se obrigados a trabalhar como operários agrícolas nas terras dos latifundiários. Esta situação condenava os camponeses à pobreza, à miséria e à fome, conduzindo a revoltas periódicas que eram violentamente reprimidas pela autocracia czarista.

A dissolução das relações feudais no campo e o desenvolvimento da grande indústria lançaram uma parcela significativa dos camponeses nos centros urbanos, dando origem a um jovem e combativo proletariado fabril de aproximadamente 10 milhões de operários; um proletariado muito concentrado (as fábricas com mais de 1.000 operários empregavam 41,4% da classe operária russa) que, tendo rompido bruscamente com suas velhas relações sociais, estava aberto para as idéias revolucionárias mais avançadas.

A opressão que a autocracia czarista exercia sobre uma multidão de povos e nações que constituíam o império russo era outro fator que alimentava as contradições da sociedade. As lutas de libertação nacional de polacos, finlandeses, ucranianos, letões, lituanos, muçulmanos, etc., que sofriam a opressão nacional nas mãos da casta dominante grã-russa, tiveram um papel muito importante no processo revolucionário russo e acertaram golpes mortais contra a monarquia czarista.

Fonte:http://www.geocities.com/lbi_br/rmr1002.html

O texto abaixo foi retirado da Wikipedia, leia e entenda como se organizaram os grupos que faziam oposição ao regime czarista russo. Conheça os Bolcheviques e os Mencheviques,estes dois partidos serão os protagonistas dos acontecimentos na Rússia, em 1917.

A Oposição política -partidária ao Czar Nicolau II

Em 1898, foi fundado o Partido Operário Social-Democrata Russo (POSDR).

Na sua origem, os sociais-democratas eram socialistas marxistas. Por ocasião de um congresso realizado em 1903, o Partido Social-Democrata dividiu-se em duas facções quanto à tática a ser adotada: a maioria, bolchinstvo, e a minoria, menchinstvo. Daí procedem os nomes bolcheviques e mencheviques, isto é, "membros da maioria" e "membros da minoria", respectivamente. Essas duas alas tornaram-se dois partidos distintos, ambos reivindicando para si o nome de "Partido Operário Social-Democrata Russo" e dizendo-se igualmente marxistas. Desde a Revolução de 1905 que os bolcheviques passaram a ser minoria; conservaram, contudo, o mesmo nome que os vinha designando até então. Somente em setembro de 1917 é que os bolcheviques readquiriram a posição de maioria.

Assista imagens raras de Lenin, líder Bolchevista.


Imagens raras de Lenin



Personagens da Revolução

Alexander Kerensky

Aleksandr Fyódorovich Kérensky (Russo: Алекса́ндр Фёдорович Ке́ренский, Aleksandr Fyódorovich Kérenskij) (Simbirsk, 4 de Maio de 1881 [22 de Abril no calendário juliano] - Nova Iorque, 11 de Junho de 1970), político social-democrata e advogado, foi o segundo e último primeiro-ministro do Governo Provisório Russo, exercendo o cargo entre 21 de Julho e 8 de novembro de 1917. Como líder revolucionário russo, desempenhou um papel primordial na queda do regime czarista na Rússia. Foi um dos líderes da Revolução de Fevereiro, mas não pôde evitar a Revolução de Outubro, quando os bolcheviques tomaram o poder.

Fonte:wikipedia

Vladimir Lenin

Vladimir Lenin foi um revolucionário russo, responsável em grande parte pela execução da Revolução Russa de 1917, líder do Partido Comunista, e primeiro presidente do Conselho dos Comissários do Povo da União Soviética. Influenciou teoricamente os partidos comunistas de todo o mundo. Suas contribuições resultaram na criação de uma corrente teórica denominada Leninismo.

Seu pai foi Ilia Ulyanov foi um funcionário liberal, do tipo estritamente apolítico. Era inspector das escolas da Província de Simbirsk, e um homem religioso, que apoiava as reformas de Alexandre II e que aconselhava a juventude a não cair no radicalismo. Seu posto na hierarquia era elevado, o que - diante das regras estabelecidas por Pedro, o Grande, segundo a qual a posse de alto cargo público equivalia à nobilitação - lhe conferia o direito de ser tratado por "Sua excelência" na burocracia czarista.

Para saber mais sobre Lenin acesse o link abaixo
Lenin

Imagens raras de Lenin

Trotsky, um dos dirigentes mais importantes da Revolução Russa


Leon Trotsky, revolucionário comunista, foi o segundo dirigente mais importante da Revolução Russa de 1917. Ao lado de Lênin, iniciou a construção daquilo que deveria ter sido o primeiro Estado socialista no mundo.

Trotsky nasceu em Ianovka, Ucrânia, em 1879. Seu verdadeiro nome era Lev Davidovitch Bronstein, de origem judaica e de família abastada. Aos 16 anos iniciou sua participação política como social democrata, contra a autocracia czarista, e dois anos depois foi preso e exilado na Sibéria. Em 1902 fugiu do exílio e em Londres conheceu Lênin.

Ao voltar para a Rússia, participou ativamente da Revolução de 1905, quando foi preso novamente por liderar o soviete de São Petersburgo, mas fugiu em 1907. Foi escritor e editor revolucionário na Europa ocidental por 10 anos. Durante a Primeira Guerra Mundial, foi expulso da França e da Espanha, seguindo então para Nova York, EUA, onde recebeu a notícia da queda do czar em 1917.

Retornou à Rússia onde, em Outubro (novembro pelo calendário ocidental) de 1917, os bolcheviques liderados por Lênin e Trotsky derrubam o governo provisório e o proclamam o primeiro Estado Operário da História.

Trotsky foi responsável pela organização do exército vermelho, milícia formada principalmente por operários, que foi fundamental para a tomada do poder e por sua manutenção, na luta contra "os brancos".

De 1918 a 1921 exerce o cargo de Comissário do Povo para a Guerra. Em 1923 aprofunda-se a cisão entre Stálin e Trotsky, provocada pela crescente burocratização de Stálin e por sérias divergências políticas relacionadas a questão da autodeterminação da Geórgia. Com a morte de Lênin em 21 de janeiro de 1924, começa no Comitê Central do Partido Bolchevique o processo de calúnia e difamação de Trotsky promovido por Stálin e seus 2 principais aliados Kamenev e Zinoviev. Em 1925, Trotsky é proibido de falar em público, e em 1929 é banido da União Soviética, por ordem de Stálin.

Vai para o exílio na Turquia onde fica até 1933. Depois, França até 1935, e Noruega até 1937. Chega ao México em 9 de janeiro de 1937. Escreve um dos seus mais importantes livros "Programa de Transição", que é o programa de fundação da IV Internacional em 1938. A mando de Stálin, é assassinado por Ramón Mercader, em 20 de agosto de 1940. Trotsky deixou, na história, a imagem de um incansável batalhador pela revolução.

Fonte: HistoriaNet



Josef Stalin (Gori, Geórgia, 18 de dezembro de 1878Moscou, 5 de março de 1953) foi secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética e do Comité Central a partir de 1922 até a sua morte em 1953, sendo assim o líder de facto da União Soviética. Seu nome de nascimento era იოსებ ბესარიონის ძე ჯუღაშვილი (Ioseb Besarionis Dze Jughashvili) em georgiano e Ио́сиф Виссарио́нович Джугашви́ли (Ióssif Vissariónovich Djugashvíli) em russo. Em português seu nome é referido algumas vezes como José Estaline.

Embora Stalin tivesse uma certa influência dentro do Partido Bolchevique[carece de fontes?] aumentou-a ainda mais partir de 1928, que deixou-o com um grande poder - tornando-se o líder partidário e de facto, o ditador do seu país, com pleno controle da União Soviética e do seu povo. Os falhos programas de industrialização e colectivização na década de 1930 e sua campanha de repressão política custaram a vida de milhões de pessoas.

Sob a liderança de Stalin, a União Soviética desempenhou um papel decisivo na derrota da Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial (1939-1945) e passou a atingir o estatuto de superpotência, e a expandir seu território, para um tamanho semelhante ao do Antigo Império Russo.

Fonte:Wikipedia

7 comentários:

Anônimo disse...

Eu achei muito legal este blog,pois mostra bastante coisas sobre a história desses governantes.Parabéns para quem fez este blog,virei sempre aqui e direi para as pessoas virem aqui.
Só achei injusto ter colocado o nome do Stalin maior do que o dos outros.
Mas mesmo assim parabéns

Licínio disse...

Olá,
Seja bem-vindo ao Cyberhistoria.
Obrigado pelos elogios, eles são recebidos com muito carinho.
Quanto ao Stalin, rolou um problema de formatação que irei corrigir.
Abraços.

Anônimo disse...

Olá!
nuss adoreii esse blog, tinha um trabalho cm urgência e graças a ele consegui fazer!!!

Mto obrigada!!
e parabéns pelo blog....

Abzo Réèh

Mariana disse...

Ameii mt o blog. Estão de parabéns. Mas queria saber um pouco mais sobre os desdobramentos de Lenin na revolução.

Amy disse...

adorei o texto mas não encontrei o que necessitava vcs poderiam me ajudar com meu trabalhom de geografia ?

Licínio Filho disse...

Oi Amy,
seja bem vinda ao blog. Qual o assunto vc quer pesquisar?

Anônimo disse...

Licínio, achei ótimo. Era exatamente o que eu procurava. está perfeito! obs:minha professora que se cuide, pois agora está tudo na ponta da língua! Abraço!